fbpx

Dente de leite furado?

Então, é a mesma coisa que dente cariado e justamente o furo é por conta da perda mineral que acontece.

Os dentes decíduos, ou de leite, como são chamados, surgem por volta dos seis meses de vida do bebê. Desde então já é importante levar a criança para uma consulta com um odontopediatra para receber as orientações de escovação, alimentação e cuidados com os primeiros dentinhos para evitar problemas nos futuros dentes permanentes.

Posteriormente, os dentes decíduos vão sendo substituídos pelos dentes permanentes, mas mesmo assim, se não cuidados da devida maneira podem apresentar sérias complicações para a saúde bucal da criança e para o organismo como um todo.

O estágio inicial da cárie se caracteriza por manchas brancas que representam uma alteração nos prismas do esmalte facilmente detectáveis e tratáveis por profissional que trabalhe com odontopediatria antes que formem uma cárie propriamente dita.

Essas manchas evoluem para cavitações com a falta de higienização e com a falta de tratamento adequado, mas muito pode ser feito para que não chegue a tal ponto.

O acompanhamento periódico com o especialista a partir dos seis meses de idade ou até mesmo para as devidas orientações ainda na gestação também ajudarão a evitar esse tipo de problema. É sempre importante lembrar que quanto mais cedo for diagnosticado o problema, mais simples e rápido será o tratamento. A frequência da vista ao odontopediatra recomendada é a cada seis meses, desde que criança tenha uma boa higiene e baixo risco de cárie. Caso contrário, a visita deve ser a cada dois meses.

Por isso, é muito importante que as crianças passem sempre por controles periódicos com um odontopediatra para que este faça um bom diagnóstico sobre lesões inicias e risco de cárie e garantindo assim uma boa saúde bucal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *